Arquivo | Como me tornei estúpido RSS feed for this section

Como me tornei estúpido

24 jul

“Não é possível viver demasiadamente consciente, demasiadamente pensante. Aliás, observemos a natureza: tudo o que vive muito e contente não é inteligente. As tartarugas vivem séculos, a água é imortal. Na natureza, a consciência é a exceção; pode-se até postular que ela é um acidente, uma vez que ela não assegura nenhuma superioridade, nenhuma longevidade particular. No quadro da evolução das espécies, ela não é um sinal de uma melhor adaptação. São os insetos que, em idade, em número e território ocupado, são os verdadeiros mestres do planeta. A organização das formigas, por exemplo, é muito mais bem-sucedida do que jamais será a nossa.”

Como me tornei estúpido.

Antoine,o protagonista deste romance, é um rapaz como muitos outros. Não gosta de ser manipulado, não gosta de explorações coloniais, não gosta que lhe obriguem a estudar assuntos desinteressantes, odeia a burocracia e todas as suas máscaras.

Traduzir do aramaico e conhecer fundo o cinema de Sam Peckingpah e Frank Capra, no entanto, não o levaria muito longe. Por isso, um belo dia, Antoine anuncia a seus amigos mais queridos – Ganja, Charlotte, Aslee e Rodolphe – um plano perfeito. Investir na idiotice, como forma de sobrevivência.

Depois de tentar o alcoolismo e o suicídio, Antoine está convencido que só a estupidez lhe permitirá ser plenamente aceito pela sociedade em que vive.

E o que pode ser mais estúpido que ganhar dinheiro, muito dinheiro, e gastar em bens de consumo inúteis?

Manipulando imagens nonsense deliciosas, verdadeira homenagem a mestres do surrealismo e do humor francês, como Boris Vian, Alfred Jarry e Eric Satie, Martin Page oferece a seus leitores um banquete para a inteligência. Um livro leve, fácil de ler, enganosamente simples, e rico, repleto de minuciosas citações e piadas ao pé do ouvido. Um livro feito sobre medida para todos os Antoines que existem por aí.

——————————————————————————————–——————
Nome do Livro no Brasil:  Como me tornei estúpido
Nome Original: Comment je suis devenu stupide
Escrito por:  Martin Page
Publicado no Brasil em: 2005
Editora:  Rocco
Nº de Páginas: 158
Capa original:

Anúncios